A convite do MDDF aceita LEONARDO BOFF debate Sociedade, Cultura e Meio Ambiente

13 04 2014

 

09/04/2014 – MUNDO
  LEONARDO BOFF DEBATE SOCIEDADE, CULTURA E MEIO AMBIENTE EM SANTO ANDRÉ
  Por: Da Redação  (pauta@abcdmaior.com.br)
 
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Bate papo será nesta quinta-feira (10/04), às 19h, no Teatro Municipal 

O já reconhecido teólogo Leonardo Boff estará nesta quinta-feira (10/04), às 19h, no Teatro Municipal de Santo André em uma conversa sobre sociedade, cultura e meio ambiente. E como um petisco para a palestra o ABCD Maior publica também nesta quinta-feira entrevista com o pensador, que fala um pouco sobre o atual contexto político e social e a participação da igreja católica neste xadrez. 

O evento  no teatro é uma realização do Movimento em Defesa dos Direitos dos Moradores em Favela (MDDF), com o apoio da Prefeitura de Santo André e do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Na cadeira de Galileu Galilei

Teólogo, escritor, professor, ex-padre, Leonardo Boff cursou filosofia e teologia,  doutorou-se em teologia e filosofia na Universidade de Munique-Alemanha, em 1970. Ingressou na Ordem dos Frades Menores, franciscanos, em 1959. Durante 22 anos, foi professor de teologia no Brasil e no exterior. 

Esteve presente nos inícios da reflexão que procura articular a Teologia da Libertação. 

É doutor honoris causa em Política pela universidade de Turim (Itália) e em teologia pela universidade de Lund (Suécia). 

Em 1984, em razão de suas teses ligadas à Teologia da Libertação, apresentadas no livro “Igreja: Carisma e Poder”, foi submetido a um processo pela Sagrada Congregação para a Defesa das Fé, ex Santo Ofício, no Vaticano. Em 1985, foi condenado a um ano de “silêncio obsequioso” e deposto de todas as suas funções editoriais e de magistério no campo religioso. Dada a pressão mundial sobre o Vaticano, a pena foi suspensa em 1986, podendo retomar algumas de suas atividades.

Em 1992, sendo de novo ameaçado com uma segunda punição pelas autoridades de Roma, renunciou às suas atividades de padre e se autopromoveu ao estado laico. Mudou de trincheira para continuar a mesma luta: continua como teólogo da libertação, escritor, professor e conferencista nos mais diferentes auditórios do Brasil.

Anúncios

Ações

Informação




%d blogueiros gostam disto: